sábado, 22 de dezembro de 2007

Resposta às perguntas que vos têm atormentado (post anterior)

O que as revistas chamam de operações plásticas da Manuela Moura Guedes é na realidade a transformação causada pelo Anel. Lembram-se da transformação do Smeagol em Gollum? É a mesma coisa, embora a transformação do Smeagol não tenha sido tão drástica como a da M.M.G.

A ex-mulher do Toy não tem nada a ver com isto, coitada. Ela já carrega uma cruz.
Quer dizer, o Toy é que carrega uma cruz ao pescoço, mas ela é que carrega a cruz que é o Toy, que carrega uma cruz ao pescoço. Se virmos bem ela carrega duas cruzes, embora a cruz que carrega a outra seja mais pesada que a cruz que é carregada pela primeira. Mas deixem a ex-mulher do Toy fora disto!

O Olho que tudo vê veio para a Terra para estar mais próximo do Anel, e como tem a mania das grandezas estabeleceu-se num templo. O templo supremo dos dias de hoje, o Shopping.

Porquê o Dolce Vita do Dragão? Apesar do que possam pensar, não tem nada a ver com o Pinto da Costa ou o F.C.P. A verdade é que o Olho é muito sentimental e gosta de misticismo e essas merdas. Além disso é muito friorento, veja-se a ultima morada do gajo! Então quando viu o nome Dragão sentiu-se atraído.

Agora que já vos expliquei todos os factos (alguma dúvida que tenham, deixem nos comentários ou emailem-me) queria deixar aqui um alerta aos habitantes do Porto e a toda a região norte do país.

Lembram-se do Sr dos Anéis? Então também se lembram que o possuidor do Anel era atraído para o Olho que tudo vê. Logo...

Porto treme, a Manuela Moura Guedes dirige-se para aí!!! Fechem as portas e janelas, guardem o cão e armazenem mantimentos. Aproximam-se tempos difíceis.

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

O olho que tudo vê

O olho que tudo vê (Senhor dos Aneis) mudou-se da Terra Média para o Dolce Vita do Dragão. Como podem constatar adoptou uma camuflagem apropriada...

Qual o seu propósito? Porque veio ele para a Terra?
Onde andará o anel? O que é feito da Terra Média? Terá Pinto da Costa alguma coisa a ver com isto? Será que se vai casar outra vez? Será que amanhã também vai chover? O que pensa a ex-mulher do Toy de tudo isto? Estará a vinda do Olho que tudo vê para o Porto ligada à última plástica da Manuela Moura Guedes (nitidamente um Uruk-hai de 2ªgeração)?

Não percam a resposta a estas e outras perguntas no próximo post, ou na Nova Gente!

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Quando é que a porcaria do preço do gasóleo vai parar de subir?


Acho que vou começar a pedir orçamentos quando tiver que atestar o carro. Com o orçamento vou ao banco pedir um empréstimo.

Não tarda nada começam a oferecer carros bloqueados. Temos é que abastecer com determinada marca de combustível, como acontece com os telemóveis.

Estou a pensar num meio de transporte alternativo, por acaso não conhecem um burro com velocidade cruzeiro de +/-140km/h e que transporte 5 pessoas mais bagagem? Não me importo da cor do pêlo, nem se este é comprido ou curto...

Ah, convém que seja classe I em portagens.

sábado, 8 de dezembro de 2007

A ignorância é uma benção

Estamos quase no Natal e até há pouco tempo isso significava uma ceia com bacalhau e batatas cozidas. Mas os tempos mudam e os hábitos também.

Além disso o bacalhau está cada vez mais raro nos oceanos, temos que o poupar.

Das várias alternativas ao bacalhau a que mais adeptos reúne é o peru assado.

Oh p'ra eles todos contentes sem saber o que os espera...


A ignorância é uma benção...

... e em Portugal é também um posto, mas isso é um tema para outro dia.

domingo, 2 de dezembro de 2007

Brrrrrrrrr...

Estava tanto frio que o cão foi mijar urinar e ficou colado à árvore, e nós abríamos o frigorífico para aquecer a casa.

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Eu gostava de ter uma varanda sobre o rio

Eu gostava de ter uma varanda sobre o rio, porque:

-Os meus amigos roiam-se de inveja
-Podia pescar do sofá
-Deve ser mesmo fixe ir à varanda mijar para o rio
-Podia mergulhar da varanda
-Podia ver o fio de mijo a cair na água
-Podia amarrar as garrafas de cerveja e de vinho numa corda e deixá-las a refrescar na água
-Podia ver gajas de biquini a tomar banho sem sair de casa
-Se tivesse um hóspede indesejado podia atirá-lo ao rio pela janela
-Podia lavar a varanda de mangueira sem me preocupar com o que está embaixo
-É relaxante ver a água a correr...
... e o ruído dá vontade de mijar e podia mijar da varanda para o rio

P.S.- Esta magnífica foto foi tirada em Castanheira de Pera. Esta é a vista do andar de cima dos bungalows. Vale a pena visitar.
P.S.2- A janela está embaciada, mas é por causa do ar condicionado suas mentes porcas. Mas a calma e a beleza da paisagem propiciam ambiente para isso que vocês acabaram de pensar...
P.S.3- Se resolverem ir em viagem romântica ou levarem um(a) amigo(a) sob um falso pretexto, mas com intenção de lhe "saltarem à espinha" vão prevenidos. É que a zona é um pouco deserta e podem não encontrar no comércio local as... os...
Não há Sexshops nas imediações. ;)

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Resposta para a questão que vos atormenta


Aposto que vocês têm andado a perguntar-se:

"-Aonde é que este gajo vai buscar tanta parvoeira? Como é que ele arranja estes temas para o blog?"

...


A resposta é simples:

Vou buscá-los de gancho.

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Depois do Flash apanhamos o Sonic

Lembram-se do Sonic, o ouriço-cacheiro?

O fotógrafo do Parvoeiras Inconsequentes está numa de fotografar coisas rápidas e depois do Flash veio o Sonic. Quem não está a perceber corno, leia o post anterior.

Dizem vocês:
-Ah e tal, mas o Sonic é azul!

Isso foi antes da transformação. O Sonic sentia-se ultrapassado e já não tinha o fulgor de antigamente. Depois de ver uns episódios de Dragon Ball pensou:
-Vou absorver energia do universo e transformar-me num superguerreiro!

Estão vocês a pensar: - Já percebi tudo, ele transformou-se em superguerreiro e adquiriu esta tonalidade acastanhada. Como sou perspicaz!

Errado, vocês não acertam uma! Eu explico-vos o que aconteceu.
O Sonic pensou que o melhor sítio para captar as energias do universo seria um sítio alto.
Então subiu à árvore mais alta da montanha mais alta e começou a tentar absorver energia cósmica.

Tanto se concentrou e tanta força fez que se borrou todo. Resta explicar que os sítios altos são ventosos e que o Sonic estava contra o vento.

domingo, 18 de novembro de 2007

O nosso fotógrafo conseguiu apanhar o Flash

Nota: Flash o super-herói que é muito rápido, veste-se com um fato vermelho justinho e tem uns raios amarelos nas têmporas, como o o Astérix só que o Astérix tem umas asas e é um gaulês irredutível. A foto do Flash foi tirada sem flash, flash a luzinha da máquina fotográfica que ilumina a treta que queremos fotografar.

Na foto podemos ver dois rastos de luz, um vermelho (do fato) e um dourado/amarelado (dos raios do capacete do Flash).
Agora vocês dizem:
-Oh urso, o rasto vermelho está por cima do dourado!!!

Isto aconteceu porque o Flash (super-herói) estava a correr com as mãos no chão. Aaaahh poisé!
Aprendam!

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

A solução para a crise no casamento

Tem problemas matrimoniais?
O seu cônjuge anda estranho?
O seu casamento está morno?
Quer reacender a chama da paixão,
mas não sabe como?


Não tema! A auto reparadora do casal tem solução para tudo!
Não há casal que não tenha reparação.

P.S. - ora digam lá se (por incrível que pareça) este blog não está cada vez mais parvo.

domingo, 4 de novembro de 2007

After all there was another... ou as grandes hastes


After all there was another
And knowing nothing of it
I smile
For I was crazy about him
To be his wife
One day

After all there was another
A family, a home, a house
And all things considered
I was a spare time love

Ora digam lá que estas hastes não são giras. Com argolinhas em relevo e tudo! Reparem no ar desconfiado(a)...

Para quem não sabe o que são hastes.

sábado, 3 de novembro de 2007

Vamos aspirar as energias ancestrais

A floresta, a mata, o bosque, o monte...

Sempre exerceu fascínio e admiração nos humanos.
Grande parte dos contos infantis e lendas passam-se em florestas, algumas delas mágicas! Nelas vivem seres fantásticos, nelas reunem-se os druidas e as bruxas.

Quando o mal vence o bem momentaneamente numa qualquer história, esse facto é representado pelo definhar da floresta. As árvores secam, tudo perde cor e fica cinzento.

Quando o bem vence finalmente o mal, é também na floresta que isso se repercute com o renascer nas ervas, do verde, etc.

Tudo isto no plano "teórico" da questão, livros, filmes, etc.
Na prática?

Bem há uns anos, os nossos antepassados iam à floresta quando lhes apetecia cagar. Quem não se lembra da célebre frase: "Vou cagar ao monte"? Também iam roubar lenha aos vizinhos, mas mais frequentemente iam cagar.

Hoje em dia vamos à floresta quando queremos fazer um piquenique, também é uma necessidade fisiológica, mas no sentido inverso.

Concluindo...a floresta tem muito de metafísico, pois além da dimensão espiritual teórica, explicada em cima, existe a dimensão prática. Pois parte da floresta é composta por átomos dos nossos antepassados, eles fazem parte da floresta.
Quando vamos à floresta além da comunhão com a natureza, comungamos também com os nossos antepassados. Mas isso está a perder-se, pois nós não deixamos lá parte de nós para as gerações vindouras!

Então queria deixar aqui um apelo que deve ser lido com voz solene:
Quando fores fazer um piquenique, o wc não presta. Caga na floresta. Caga na floresta.

quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Marabu onde estás tu?

Eu não gostava de estar debaixo de uma árvore onde estivesse pousada esta ave, quando ela resolvesse defecar.

Marabu onde estás tu?
Se estás pousado sobre a minha pessoa
Não me abras esse cu
por mais que a barriga te doa.

E pronto, depois deste apontamento poético quero desejar-vos um bom feriado e dizer-vos para terem cuidado com os Marabus.

sábado, 27 de outubro de 2007

A chaminé ou Jorge Palma e o Alcino e a capacidade inexplicável de transformar o ordinário em extraordinário.

A necessidade aguça o engenho. Hoje vou mostrar-vos que é possível fazer uma chaminé com telhas nacionais (vejam a foto). Uau, gira não é?

E pronto, o post de hoje ia ficar por aqui. Tenho andado muito atarefado, a parvoeira não flui tão bem na minha escrita ultimamente. Mas como tenho que fazer jus ao nome do blog vou fazer um esforço. Sejam benevolentes comigo, se o texto não vos parecer parvo suficiente tentem ler ao contrário, ok?

Hoje gostava de falar-vos de magia, do Jorge Palma e do Alcino (Sino para os amigos).

Existem pessoas que possuem magia dentro delas. Não falo de ilusionismo, nem tampouco de magos ou bruxas, mas de uma capacidade sobrenatural, inexplicável, ilógica de fazer determinada coisa mais-ou-menos bem, mas que apesar de nós sabermos que não é grande merda, soa e parece inexplicavelmente atraente. Não perceberam? Eu exemplifico...

Eu tinha um colega da escola que quando transpirava ficava com umas gotículas de suor no nariz muito esquisitas, chamava-se Alcino mas nós chamavamos-lhe Sino. O Sino tinha um dom, além do de formar orvalho nasal, é desse dom e dessa magia que eu falava há pouco. O Alcino quando contava uma anedota, por menos engraçada e por mais estúpida que fosse, as pessoas que o ouviam partiam-se a rir. O Alcino contava uma sêca estúpida qualquer e quem quer que o ouvisse ia às lágrimas de tanto rir e ficava com dor de barriga.

Já não vejo o Alcino há muitos anos, não pensava nele há muito tempo. Já ouviram o novo CD de Jorge Palma? Eu já, e foi por isso que me lembrei do Alcino.

"Encosta-te a mim" e muitos outros êxitos de Jorge Palma têm uma letra estúpida, incoerente e uma musiquinha assim-assim, no entanto ouvi-la(s) é extremamente agradável, toca-me, arrepia-me os cabelos da nuca, aquece-me. Adoro-a, é mágico, como as piadas do Sino.

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Até fico parvo com as preocupações desta gente

"Relógio biológico demora a adaptar-se à nova hora

Pode não parecer muito, mas 60 minutos fazem grande diferença. A mudança legal da hora - a que 1.6 mil milhões de pessoas, entre as quais dez milhões de portugueses, são sujeitas duas vezes por ano - pode ter efeitos nefastos na saúde a longo prazo. Tudo porque o relógio biológico não se acerta tão facilmente como os ponteiros dos outros relógios, aqueles que vamos atrasar 60 minutos na madrugada do próximo domingo."

Caredo!

sexta-feira, 19 de outubro de 2007

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Este blog está oficialmente cheio de teias de aranha...

...mas não se preocupem, porque eu já volto à carga. Eu só não actualizei o blog ultimamente por razões de índole calaceira.

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

O Outono, o PEP e o PAEP. A trilogia complexa duma estação do ano e dois arranjos estruturais geográficos do nosso país.

Hoje eu ia deixar aqui uma poesia a propósito do Outono, mas não me apeteceu e além disso
não há muitas palavras que rimem com Outono.

Uma que rima é sono, ando com uma camada dele
ultimamente, vocês não? Eu sinto o meu corpo mais pesado e só me apetece enroscar num cantinho qualquer e dormir uma sesta de um mês. Devo estar para entrar em hibernação, Adiante...

Apesar do torpor físico a minha mente está activa e hoje vou falar-vos de dois temas que para mim deveriam ser discutidos com urgência.

O PEP (Programa Espacial Português) e o PAEP (Plano de Anexação de Espanha a Portugal).
O primeiro porque é uma questão de extrema importância geo-político-económico-estratégica para Portugal e o segundo porque é uma questão de caridade para com os espanhóis que se encontram num estado de confusão/desorganização/conflito deplorável.

O PEP é na minha opinião urgente, senão pensem comigo. Em que pensam quando pensam na
glória de Portugal? Descobrimentos, pois e futebol. Só temos jeito para isso!

Demos novos mundos ao mundo e depois disso? Está na altura de darmos realmente novos
mundos ao mundo. Nós, portugueses, temos um sistema de orientação e uma capacidade de
desenrascanço inatos, assim como um grande sentido de aventura e de ir em busca do desconhecido.
Talvez por isso emigremos tanto, não é que não se esteja bem em Portugal, nós queremos é
aventura.

Os lorpas dos Americanos e companhia não andam a fazer pêva!
Os portugueses num mês encontravam logo extraterrestes, montavam tascos em planetas, luas e asteróides e organizavam campeonatos interplanetários de futebol com árbitros comprados. Mão-de-obra temos, quanto mais não seja ucranianos, o conhecimento já temos (graças ao visionário plano tecnológico) por isso temos que passar à prática e avançar já com o PEP.

Em relação ao PAEP (Plano de Anexação de Espanha a Portugal) é como eu disse uma questão de caridade para com os nuestros hermanos. Espanha é e sempre foi uma confusa manta de retalhos em que os retalhos se querem separar da manta e formar eles mesmos uma pequena manta ou pano de cozinha.

Quase todas as províncias têm lingua própria e querem formar um país independente. Os bascos da Eta rebentam com tudo se fôr preciso para ter a independência.

Em Portugal não há nada disso!
Gozamos uns com os outros, mouros, tripeiros, alentejanos, etc. Inventamos anedotas, dizemos mal uns dos outros mas não passa disso.

Outro aspecto dos espanhóis que me dá pena é que eles ainda têm uma monarquia com rei, raínha, principes e princesas. Atrasaditos...
Na minha modesta opinião Espanha não traria nada de positivo a Portugal, mas Portugal tem o dever de ajudar o país irmão necessitado. Na caridade não devemos esperar nada em troca.

PAEP é uma questão humanitária urgente.

O PEP e o PAEP têm que entrar na política portuguesa .

PEP e PAEP
PEP e PAEP
PEP e PAEP

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Consultei o Oráculo do Talasnal e sinto-me aliviado.

Uma questão de extrema importância tem consumido a minha pessoa há já vários meses.
Além de mim vários milhões de milhares de centenas de dezenas de seres, que habitam este universo e outros, vivem atormentados com esta pergunta.

Até as formigas, que são uns bichos muito atazanados c'o trabalho, paravam a interrogarem-se.
Até os lagartos, que são uns bichos que se estão a cagar para tudo, pensavam no assunto.

Resolvi que tinha que tomar uma atitude, esta pergunta não podia ficar sem resposta!
Mas como?

Resolvi fazer como os gregos, consultei um oráculo. Não, não foi o de Belini, nem tão pouco foi bluetooth que anda num período de hibernação.

Foi o Oráculo de Talasnal que se manifesta na forma de um pequeno chihuahua que habita numa de Aldeia de Xisto chamada, imagine-se, Talasnal.

Se clicarem na primeira foto podem ver pelo olhar inteligente que o animal é um verdadeiro oráculo dos deuses.

Ajoelhei-me e fiz-lhe a pergunta que é a mãe de todas as perguntas:
-Existe algum blog mais parvo do que o meu?


Para os mais lentos, a resposta é dada na segunda foto, em que se percebe que o cão abana a cabeça para os lados...

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Primeiros testes da Megabicla

O Parvoeiras Inconsequentes tem imagens exclusivas dos primeiros testes do protótipo da Megabicla.

Esta bicicleta coloca o ciclista numa posição mais elevada, sendo por isso óptima para avistar animais selvagens, nomeadamente o elefante ibérico e a lampreia terrestre de pêlo cerdoso.

Os testes tiveram que ser interrompidos porque o piloto resolveu sacar um cavalo e fracturou duas costelas.

Não temos fotos da queda porque o nosso fotógrafo rebolou-se no chão a rir e esqueceu-se de tirar fotografias. Um profissional!

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

e então?

E então? Onde estão as fotos do elefante ibérico que vos pedi para enviarem?

Não me venham dizer que estão muito ocupados, porque se vêm aqui perder tempo a ler as parvoíces que eu escrevo, é porque não têm mais nada que fazer.

Ai, a minha vida!

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Não à caça ilegal de gambuzinos! Salvem o elefante ibérico.

Queria aqui deixar a minha preocupação pela diminuição dos avistamentos do elefante ibérico. Há décadas que ninguém vê um.

Como devem saber o elefante ibérico difere um pouco dos outros elefantes, pois vive na floresta, tem uma penugem verde e castanha e as suas orelhas assemelham-se a folhas de bananeira. A sua tromba possui ventosas, assim como os tentáculos de um polvo. Inicialmente pensava-se que o seu modo de subsistência dependia da fotossíntese, pela cor verde, mas a sua cor serve apenas para camuflagem.

O elefante ibérico alimenta-se principalmente de nevoeiro (que suga com as ventosas) e de excrementos de gambuzino arbóreo que está a desaparecer também, devido à caça intensiva de que são alvo. Hoje em dia anda toda a gente a caçar gambuzinos.

O elefante ibérico tem o tamanho aproximado de um cão gordo ligeiramente grande mas mais pequeno do que uma vaca pequena. Quando o elefante ibérico caminha remove o solo, mas com a cauda arranja tudo como estava antes da sua passagem.

Por isso é relativamente fácil achar o seu rasto, se não virmos pêlos, nem pegadas, nem ramos partidos, nem vegetação pisada, então seguramente por aí passou um elefante ibérico.

Nunca ninguém fotografou um, começava-se a suspeitar que estaria extinto, e até a duvidar da sua existência até que uma das máquinas fotográficas com sensor de movimento que eu tenho instaladas no norte de Portugal (para detectar invasões) tirou esta fotografia.

Queria então deixar aqui um apelo:
Deixem de caçar gambuzinos e tentem fotografar o elefante ibérico.
Enviem as fotos acompanhadas do vosso nome para mauricio@kanguru.pt que eu publico no blog.

domingo, 23 de setembro de 2007

Como eu renasci em agonia extrema.

Pois é, no primeiro jogo sem Mourinho o Chelsea perde por dois. Ooooooooh, que aborrecido.

Mudando de assunto, eu gostava de vos falar da minha ressuscitação. Na minha primeira vida eu vivi na Idade Média, fui escudeiro e mais tarde cavaleiro. Não era um grande herói que matava os inimigos, nem um nobre. Era um mensageiro a cavalo. Era um exímio cavaleiro, muito rápido, conhecia toda a península como a palma das minhas mãos. Conhecia todos os caminhos, becos, atalhos, sabia quais os caminhos seguros e quais os perigosos. Cavalgava uma égua veloz como o Obikwelo. Eu era o melhor mensageiro da época e arredores. O meu nome era Maw, mas os espanhóis conheciam-me por Maw. Para os mouros eu era apenas Maw. Para os franceses...bem, acho que já perceberam a ideia.

Já sei o que estão a pensar. Nunca ouviram falar em mim nem nos livros de história, nem em lado nenhum. Eu explico, eu era rápido mas não era urso! Aproveitava que podia fazer um trajecto de cinco dias em dois, para parar três a descansar. Assim, nunca ninguém se apercebeu da minha capacidade. Nunca?

Um certo dia, um nobre mete-nojo começou a gabar-se de como cavalgava rápido, como conhecia todos os trilhos, blá-blá-blá... Eu que já estava com uma bebedeira medonha (eu não era conhecido pela minha perícia, mas todos me conheciam pela minha capacidade de secar adegas) comecei a rir-me e a dizer que comparado comigo ele era uma carroça.

Sua Senhoria ofendeu-se e marcou uma corrida para o dia seguinte, e eu não podia dizer não a um nobre. Escusado será dizer que ganhei por muito, para mal dos meus pecados eu ainda era mais orgulhoso que preguiçoso.

O nobre ficou com uma dor de cotovelo de todo o tamanho e foi falar com uma bruxa. Vocês sabem como bruxas portuguesas são poderosas. Ela lançou-me um feitiço que me deixou num sono profundo e disse-me :
-Maw, seu monte de merda, tu nasceste com um dom, mas em vez de o aproveitar queres é descanso e farra. (Era uma bruxa tagarela,mas perspicaz) Condeno-te à morte até que um propósito, um objectivo nobre, te traga de volta.

E assim foi durante resmas e resmas de anos, até que um grunhido dos infernos ecoou pelas paredes do castelo onde eu fora sepultado:


Dois corações sozinhos a dor juntou
Dois corações perdidos sem ter ninguém
Bastou um só carinho e tudo mudou
E entre nós começou mal e acabou bem


Eu, que resisti a acordar no 25 de Abril porque estava cansado e achei que se safavam bem sem mim, sabia que não podia ficar indiferente a esta calamidade. O uso de poluição sonora dos Carreira numa tentativa de dominar o mundo .

E desde então tenho vindo a combatê-los da melhor maneira que sei, passando a mensagem...

Nota: para mais informações sobre o meu combate leiam os posts mais antigos.
Nota2: na 2ª foto eu estou contente, pois apesar do meu sofrimento auditivo, eu tinha achado um propósito. A mão pequenina que aparece à minha direita não sei de onde veio, deve ser de um fantasma...

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Dá-me nervos

Oh Lua que vais tão alta
redonda como um tamanco
Oh Maria traz cá a escada
que eu não chego lá c'o banco.

Depois deste momento cultural eu gostava de vos falar de um problema que me tem afectado profundamente. A publicidade na televisão às merdas para os telemóveis.

Não é a qualidade dos conteúdos (ou falta dela), não é o tipo de música que eles disponibilizam, não é o facto de repetirem a mesma ladainha trinta vezes e nem é a voz de quem está de caganeira da gaja dos conteúdos eróticos. Também não é o facto de terem os dados que importam em letra tão pequena que é ilegível, nem é por colocarem conteúdos para crianças (que implicam fidelização) na altura do dia em que elas vêm televisão.

É o raio da cantilena quando dizem os números. Dá-me nervos, até roo o comando. F*da-se.

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Música, férias e recordações. Misturem bem e sirvam frio.

Há já uns anos que criei o hábito de gravar CDs com músicas que me agradam especialmente para ouvir nas férias de verão, nas viagens de carro para a praia, e não só.

Durante as férias só ouço esses CDs (por vezes é apenas um, se me agradar muito).
A família que se aguente à bronca, a sorte deles é que eu tenho um óptimo gosto musical. :P

Acontece depois uma coisa deliciosa, metafísica. Que costuma acontecer com os amantes...
Quem nunca reparou num casal todo derretido ao ouvir uma música que lhes lembra um momento especial a dois?

Pois é o que me (nos) acontece. No Outono, passadas as férias, ponho o(s) CD(s) a tocar e ficam todos com um sorriso de orelha a orelha, a sentir a maresia, os pés na areia, o sol na cara... Humm

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Auto o caraças!

Porque é que o autoclismo se chama autoclismo?
Não é automático, temos que carregar no botão!

Se fosse automático descarregava logo que acabássemos de cagar e/ou mijar.

Proponho que a partir de hoje se passe a chamar clismo, sem o auto.

O automóvel chama-se automóvel porquê? Não é automático, temos que dar à chave, carregar nos pedais, e mais uma série de coisas! Proponho que a partir de hoje se chame só móvel.

Já o móvel (de mobília) deixa de se chamar móvel, para não dar confusão, e passa a chamar-se arrastável (porque normalmente é dessa maneira que os movemos).

O autocarro é que eu não percebo mesmo. Auto + carro, ou seja auto + automóvel! É auto duas vezes porquê? F*da-se, quem foi a besta que se lembrou desta? Proponho que se chame camioneta que significa camião apaneleirado, porque entram coisas pela porta traseira.

Nota: Eu andava muito orgulhoso com o meu blog. Pensava era um dos mais estúpidos e deprimentes da blogosfera. Até que dei com este.

Pensem na vida deste man, ele escreveu um post sério e detalhado sobre o funcionamento de um autoclismo. Até me arrepiei!

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

90 % do milho vendido em Portugal é transgénico

Não percebo tanto alarido com os produtos transgénicos.

Os produtos transgénicos são totalmente seguros e não apresentam nenhum risco para a saúde das pessoas e dos animais.

Como prova apresento aqui uma foto de uma galinha que é alimentada exclusivamente com milho transgénico há vinte anos.

A Micas apresenta uma saúde invejável e é uma galinha normal que em nada difere de todas as outras.

terça-feira, 11 de setembro de 2007

Resolvido o caso da Casa Pia, todas as figuras públicas inocentadas!

O P.S.I. (Parv Scene Investigation, investigação de cenas parvas) resolveu o caso da Casa Pia.

Para vos explicar o rumo de investigação, tenho primeiro de vos esclarecer em relação a uns factos-chave para compreensão deste caso.
O caso da Casa Pia envolve figuras públicas (principalmente do Showbiz) e os casapianos.
Antes de vos falar dos casapianos tenho que vos falar dos pianos.

Os pianos dividem-se em pianos de cauda e pianos sem cauda. Os animais sem pernas são pernetas, sem mãos são manetas e sem cauda (rabo) são rabetas. Logo, os pianos dividem-se em pianos de cauda e pianos rabetas.

Há umas décadas atrás, os pianos rabetas resolveram que se tinham que casar entre si. Surgiram então os casapianos...sujeitos que efectuavam casamentos entre pianos rabetas (sem cauda).

O caso da Casa Pia surgiu com a suspeita que algumas figuras públicas portuguesas teriam envolvimento de natureza sexual com os casapianos. Esta suspeita surgiu, pois é do conhecimento do público que todos os VIPS têm pianos e através destes teriam acesso aos casapianos. Ou seja, nas festas de casamento dos pianos, quando tivesse tudo bêbado, as figuras públicas aproveitavam-se dos casapianos. Os pianos eram o elo de ligação entre os VIPS e os casapianos.
Este facto (os VIPS terem pianos em casa) era toda a espinha dorsal da investigação e da acusação.

O P.S.I. refuta completamente esta linha de investigação por ser demasiado simplista e não ter em linha de conta a natureza dos pianos envolvidos.

A investigação do P.S.I. revela que apenas os pianos rabetas se casam entre si. Além disso, descobriu que as figuras públicas realmente têm todas piano em casa, mas pianos de cauda porque ficam melhor nas fotografias das revistas.

Como os pianos de cauda não se casam entre si, está desfeita a ligação VIPS-Casapianos.
Assim sendo o P.S.I. conclui que todos os VIPS estão inocentes no caso da Casa Pia.

P.S- Na foto podem ver as diferentes linhas de investigação.

sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Pneus

Cada vez que troco de pneus fica-me a doer a alma. O meu popó tem jante 18 e gasta umas galochas digamos um bocado p'ró caritas.

Para melhorar a história acrescente-se que faço muitos quilómetros por dia (+/- 150) e tanto eu como a outra condutora do veículo temos o pé pesadito...se a isso somarmos o excelente estado das nossas estradas = big rombo no orçamento.

Desde que vi este barco fiquei muito mais contente. Já viram a quantidade de pneus que aquilo gasta? O dono está bem pior do que eu! :P

Nota: É tão português este sentimento de ficar feliz porque há alguém mais f*dido do que nós, não é? ;)

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

O Verão perdeu o comboio e só chegou agora!

O Verão perdeu o comboio e só chegou agora, está uma tosta do caraças! No emprego tenho ar condicionado e no carro também. :)

Mas, na minha alegre casinha tão modesta como eu não! :(

Como não quero instalar AC em casa, comprei esta ventoinha potente que traz incluído um dispositivo que direcciona o ar fresco.

Tem acabamentos em madeira e fica bem em qualquer espaço, pois combina o estilo rústico (ferrugem e madeira podre) com a mais moderna tecnologia de ponta.

Sabem onde tirei esta foto?

terça-feira, 4 de setembro de 2007

O ratedo espanhol ameaça invadir Portugal

Bragança, 03 Set (Lusa) - Uma associação ambientalista portuguesa defendeu hoje que o actual excesso de ratos em Espanha se resolve com a "simples colocação de ninhos artificiais para corujas" e que o veneno utilizaedo pelos espanhóis para combater a praga é "contraproducente".

"A solução a curto prazo é simples: colocar ninhos artificiais para corujas", defende o Núcleo Português de Estudo e Protecção da Vida Selvagem (NPEPVS).

Na imagem podem ver uma simpática hamster fêmea que nada tem a ver com a notícia, mas é o mais próximo de um rato do campo que eu tinha nas minhas fotos.

Na minha opinião deviamos reunir os cantores pimba portugueses numa montanha bem alta e pô-los a cantar ao desafio. Um grupo bem jeitoso que incluísse a Ágata, o Toy, os Carreira, Marante, Rute Marlene, Ana e José Malhoa, Emanuel, etc... e dirigíamos as colunas para Espanha.

O ratedo fugia todo para França e estava eliminado o risco. Preveníamos também uma invasão espanhola e como prémio pode ser que alguns dos pimbarolhos se perdessem, caíssem de um precipício ou fossem atacados pela fauna.

Sou ou não sou um génio?

sábado, 1 de setembro de 2007

Azeiteiros

Têm visto televisão? Eu ando maravilhado com o ping-pong dos azeiteiros. Esperem por um intervalo na programação de qualquer um dos quatro canais abertos:

-Portugal está de parabéns, há 20 anos que um azeite não ganhava uma medalha Monde Selection. Azeite Oliveira da Serra, o azeite dos novos tempos.

-Em Portugal só existe um azeite com 8 medalhas Monde Selection, o azeite
Galo, a cantar desde 1919.

E isto vai-se repetindo ao longo do intervalo (pelo menos 2x cada um), por todos os intervalos...

Anda tudo parvo?

quinta-feira, 30 de agosto de 2007

Construindo turismo ou o trolha fotógrafo

Como vocês invejosos sabem, eu estou de férias. Ah, eu sei mesmo ser ordinário quando quero!

Andava eu a dar uma de turista na Fortaleza de Sagres, quando me deparo com uma situação muito caricata.

Parte dos edifícios da fortaleza estavam a sofrer obras de reparação, e nas obras estavam a trabalhar, como não podia deixar de ser, operários de leste. Chega a hora de terminar os trabalhos, eles guardam a betoneira, os baldes, etc. Arrumam tudo e quando eu esperava que eles se fossem embora, um deles saca da máquina fotográfica digital e pede ao outro que o fotografe com a falésia de fundo. Fotografia tirada trocam posições.

Não resisti e fotografei fotógrafo e fotografado, discretamente, pois podiam-se chatear... e rebentar-me a boca ao biqueiro eu tinha que os espancar, mas tinha medo de estragar a minha máquina e não queria que a família presenciasse cenas de extrema violência.

Agora digam lá que este nosso país não é um espectáculo!
Venha para Portugal, seja turistrolha.

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

A propósito de férias


"Tempo livre não significa repouso. O repouso, como o sono, é obrigatório. O verdadeiro tempo livre é apenas a liberdade de fazer o que queremos, mas não de permanecer no ócio." Bernard Shaw

Tomem lá, para não dizerem que neste blog só aprendem parvoíces.

Gostam da imagem? Eu andei naquele barquito, logo eu que detesto montanhas-russas. Bem...nem todas, há umas russas que têm umas montanhas bem interessantes...Adiante, como eu dizia andei naquilo, a parte final de entrar na água é gira, estar lá no alto a ver a paisagem também. O pior é a viagem entre esses dois pontos.

Jaasus, ia morrendo.
P.S.- não é erro, eu queria escrever Jaasus (deve-se dar ênfase ao Ja, como em caaredo em vez de credo).

P.S.2-A razão de eu estar a dar especial relevo ao tema férias é que eu sei que muitos de vós não estão de férias. Ou porque já estiveram, vão estar ou não têm direito. Então eu, como verdadeiro parvo que sou, resolvi meter-vos nojo. Blá blá blá, férias.

Quem é amigo? :)
P.S.3 e último, prometo- Cliquem na imagem para verem o maravilhoso efeito de ondulação nas letras.

terça-feira, 28 de agosto de 2007

A chama corre o risco de arder


"Chama olímpica cercada pelo fogo"
in JN

Por falar em fogo, lembrei-me de uma frase dita por um amigo meu a outro com quem se tinha chateado:
-Podes estar a arder à minha frente que não te mijo em cima para apagar!

Fiquei parvo ao ouvir aquilo...




domingo, 26 de agosto de 2007

Até já na publicidade dos toques de telemóvel toca a lenga-lenga do "filho"


Após apurada pesquisa envolvendo satélites, milho transgénico, bolas de cristal e de berlim, iogurte biológico, plâncton, icebergs, Carlsbergs, ornitorrincos, quivis (os frutos e os animais), sebentas, Sagres lima light,clones, fósseis, pêlos das riscas brancas de zebras e das riscas pretas dos tigres, caviar, presunto de porco preto e caipirinhas, consegui uma imagem da verdadeira aparência da Entidade conhecida como Tony/Mickael Carreira.

Atenção para verem melhor cliquem na imagem ou usem uma lupa.

Segundo a minha pesquisa, a entidade pertence a uma espécie chamada Seit'Aducará Lho (deve-se ler tudo seguido) que vem duma galáxia longínqua.

Ora este gajo tem uma aparência semelhante a um réptil, daí querer aquecer o nosso planeta...
Vocês lembram-se de "V a batalha final"? Apareciam uns répteis disfarçados de humanos que sempre que podiam comiam uns ratos. Já alguém próximo dos Carreira reparou em algo semelhante? Sabem se os ratos desaparecem nas localidades onde um dos fragmentos da Entidade(o Tone ou o Mika) dá um concerto?

Investiguem estas possibilidades e depois informem-me. O futuro do nosso planeta depende disso!

P.S.-Alguns de vós mais atentos já repararam que eu aprendi a sublinhar.

sexta-feira, 24 de agosto de 2007

A visão e o tacto

De dia, quando existe luz, a palmeira existe.

De noite, quando existe luz, a palmeira existe.

De noite, na escuridão, a palmeira existe? Ou cessa a sua existência até que que haja novamente luz?

As coisas existem na escuridão?
Ou só existem mesmo na presença de luz?

Podem vir com binóculos de visão nocturna ou sensores de calor... Pode-se sempre argumentar que as coisas existem porque as podemos ver.

A resposta para essa pergunta parva é:
R: Andem descalços pela casa às escuras, no primeiro chuto que derem num móvel descobrirão a dolorosa verdade.

terça-feira, 21 de agosto de 2007

Em minha defesa

Durante a minha ausência forçada, por causas que me são alheias (acidente com o kanguru), ausência essa que me foi muito penosa, pois não pude cumprir o papel para o qual reencarnei. A minha obrigação para com o universo de vos alertar contra a ameaça da entidade Carreira e formar e liderar um esquadrão de combate.

Algumas pessoas que visitam este blog deram a entender que eu estava de férias, ou que estava a desleixar-me e a enfraquecer a minha guerra contra os Carreira. Fiquei deveras chocado com tais insinuações, até fiquei com dores de barriga. Mas depois peidei-me umas três vezes e passou.

No entanto, achei que devia provar-vos que a guerra continua e assim como a entidade reune aliados(ver post anterior), também eu o faço.

É então com enorme alegria que anuncio que o Pipoca-Man se junta à nossa luta.

Os seus poderes são importantíssimos no combate à entidade, pois o seu fato absorve as vibrações sonoras emitidas pelos pimbarelhos (cantores de música popular portuguesa aka música pimba), o seu enorme cérebro (vejam o chapéu) pode congeminar estratagemas e estratégias, e as suas pipocas se mastigadas com veemência fazem um barulho que impede que ouçamos os ganidos do inimigo. Como vêm um reforço de peso.

Agora para aqueles que insinuaram que eu estaria de férias, deixo aqui uma foto do sítio onde me encontro.

Digam-me sinceramente, parece-vos um sítio onde se passam férias?

Ingratos!

segunda-feira, 20 de agosto de 2007

Se queres dançar e não tens par...chama o António

Cenas dos últimos capítulos:
Uma criatura maligna extraterrestre dividiu-se em dois seres de aparência humana (ou quase) e assumiu a identidade de dois cantores pimba portugueses com a particularidade de terem nomes com letras que não constam do alfabeto português...

Por razões diversas essa criatura arrasta a Terra em direcção ao Sol causando o famigerado aquecimento global. Para uma informação detalhada leia isto e isto. Mesmo se já leram esses textos, releiam para se aperceberem da gravidade da situação.

Actualização:
Uma investigação recente do P.S.I. (Parv Scene Investigation, investigação de cenas parvas) descobriu que que aquele cujo nome me recuso a pronunciar tem um poderoso aliado inserido também ele no riquíssimo panorama pimba português.

Esse aliado é um simbionte (dois organismos de espécies diferentes vivem uma relação mutuamente vantajosa). Não, não é como o filme que viram com uma gaja e um cavalo! Isso é zoofilia! Como é que vos hei-de explicar... Já sei, sabem o Venom do Homem-Aranha? É a mesma coisa.

Esse simbionte é composto por um humano e uma lesma peluda chiante de Kripton. Essa lesma costuma repousar abaixo do labio inferior dos hominídeos e emitir um som hipnotizante para os pobres de espírito (daí chamar-se chiante). Essa lesma alimenta-se dos guinchos histéricos que as velhas e as adolescentes emitem quando ouvem o simbionte "cantar". Esse alegado cantor pimba tem também a marca do costume, ou seja, o seu nome também tem letras que não constam do nosso alfabeto.

Para os que têm um coração forte, vou sugerir-vos uma experiência traumatizante, mas esclarecedora. Ponham o volume do pc no mínimo, mesmo baixinho, testem se necessário. Atenção: este passo é extremamente importante!
Não me responsabilizo se não o fizerem.
Outro conselho: se sentirem que estão a sucumbir, dêem com um taco de basebol, ou uma vassoura no pc com força até ele se calar e corram para longe dele.
Agora respirem fundo três vezes e cliquem no Mundo do Terror.

Confesso que me ia mijando quando ouvi a música ao entrar no site!

sábado, 18 de agosto de 2007

A saga do marsupial e o regresso deste que vos escreve

Pensavam que me tinha cansado do blog?
Que tinha desistido? Ou que tinha sido raptado pelo Tony/Mickael Carreira?
Que os fãs da Ana Malhoa me tinham apanhado num beco escuro?
Ou estavam na esperança que eu me tivesse afogado no mar ou sido fulminado por um raio?

Nada disso! Lembram-se de eu ter dito que o kanguru já andava a coxear? Pois o raio do bicho
ficou paraplégico, ou seja, a minha placa do kanguru da Optimus deu o peido mestre.
Avariou e não tem reparação possível, ou não lhes interessa reparar(digo eu)...
-A placa tem mossas visíveis e por isso não está abrangida pela garantia...

EXATO...Uma plaquinha sensível com uns autocolantes manhosos do Kanguru que descolam depois de a colocar e tirar do portátil três vezes...Passados uns meses tinha que a tirar e colocar umas poucas de vezes até ela dar contacto...Depois o cartão "desmagnetizou" e tive de comprar outro, ora merda. O problema é que eu preciso de Net portátil!

Eu sou um gajo muito movimentado, e para ter net fixa em todos os lados que estou, não há
orçamento que aguente, além de que eu por vezes interneto no carro. (Interneto é um vocábulo da minha autoria e para o usarem têm que pagar direitos de autor).

Resolvi fazer o upgrade para um daqueles penduricalhos da kanguru que se ligam por USB, pelo menos não se estragam com o colocar e tirar. Sim, porque eu sou um gajo que precisa de estar sempre a pôr e tirar.

Já sei o que estão a pensar:
-Esta besta fala muito mal do kanguru e depois diz que vai comprar outro modem kanguru!

Eu explico, numa simples expressão: Contrato de fidelização.

Hoje em dia está em vigor a teoria do usa até estragar. Se estragou, não dá para reparar,
compra outro. Máquinas fotográficas digitais, microondas, portáteis, impressoras, máquinas de
lavar, etc, etc, etc. Nada é reparável, a resposta é sempre a mesma.
Eu desconfio que eles nem pegam no aparelho, deixam ficar no armazém, esperam uns dias e depois ligam a dizer que não tem reparação possível. A verdade é que a reparação não é vantajosa para a marca, eles preferem que compremos um novo produto.

Concluindo, eu queria deixar um apelo a todos os chineses que estão a ler isto:
-Chineses, amigos, metam-se no ramo das reparações. Pelamor de Deus!

Mas como eu estava a dizer, fiz o upgrade para o modem USB. Acaba aqui a saga, pensam vocês.

Nah! Vou buscar o modem que é só ligar e já está, nem precisa de CD pois o gajo tem memória interna (como uma pen usb) com a instalação toda. Fantástico, certo? Errado!!!

PERDI, UMA TARDE DA MINHA VIDA COM O RAIO DO APOIO TÉCNICO. Até que a anta me sugere: -tente formatar o pc e tentar de novo... Boa! Na manhã seguinte tento noutro pc, resultado? A merda não arranca, é reconhecida pelo windows como um CD-rom. Genial!

Ligo para o apoio técnico que depois de vários testes (os mesmos que fiz na tarde anterior) o man sugere-me: -O problema é o modem, vá trocá-lo. Eu (esperançoso e fodido) fui...

Trago o modem novo todo lampeiro, ligo-o ao pc e... já tenho outro leitor de CDs. Aaaaaaaah!
(Isto passou-se hoje).

Felizmente este que vos escreve já se mexe razoavelmente bem em linux (o melhor sistema operativo do mundo). Liguei o modem em linux, mexi em duas ou três merdas, reiniciei o pc e ...já está.

Ou seja, o raio do marsupial (kanguru) vem com suporte para instalação windows e mac (a papinha toda feita) e nenhum para linux (népia, nem existe para eles) e eu consigo ligar o gajo em linux em três tempos e nada de o ligar em windows.

Mas o que interessa é que estou internetado outra vez (novo vocábulo da minha autoria) e posso publicar as merdas que se me ocorrem.

Por falar em merdas podem ver uma foto do autor em plena reportagem fotográfica, a tirar uma foto com o telemóvel duma cagada de pássaro no carro.

sexta-feira, 27 de julho de 2007

Ana Malhoa e a calamidade que se adivinha


Andava eu a passear pelas pastas das minhas fotos antigas, quando me deparo com as deste Carnaval.
Abri a pasta e comecei a ver as fotos e reparo nas que tirei de um desfile em que a atracção principal era a Ana Malhoa. Nesse dia eu andava numa de fotógrafo, pois participavam no desfile conhecidos meus e eu não podia perder a oportunidade de os fotografar em figuras tristes para depois lhes mostrar...(sou um ordinário, que hei de fazer?) A ideia era boa, mas também andaram a gozar comigo, (pessoal conhecido a dançar em frente à máquina fotográfica, mas disfarçados de tal maneira que não os conheci, gente porca).

Adiante, lembro-me perfeitamente que a Ana Malhoa fartava-se de olhar e acenar para todo o lado, excepto para onde eu estava. Conclusão? Quase só lhe tirei fotos de costas.

Ao olhar com atenção para essas fotos agora, eu cheguei a uma conclusão:
A Ana Malhoa tem o cu demasiado musculado, quase contraído! Não tem aquela forma de coração que todos esperamos encontrar num traseiro feminino.
Aquela forma generosa que se subirmos o olhar, estreita para a cintura e se descermos, estreita para as coxas. Nada disso, o cu dela é mais estreito do que as coxas! (vejam a última foto)

O que me assusta é que sou o primeiro a reparar nisso! Anda tudo preocupado com questiúnculas como o aborto, a poluição, o envelhecimento da população, a fome, o H.I.V. e o cancro, etc, e uma calamidade destas escapa ao nosso olhar!

Se esta peste se alastra, dentro de uns anos as mulheres portuguesas parecem todas um culturista com mamas. Além do problema estético, que é extremamente grave, outros vêm por arrasto. O mais óbvio é que corremos o risco de estar sempre a levar na tromba, depois o nosso papel de cavalheiros fica seriamente abalado. Imaginem uma senhora carregada de sacos das compras, nós oferecemo-nos para ajudar e ... não conseguimos levantar os sacos do chão.
Pois é, humilhante!

Outro problema que se me ocorre é um bocado constrangedor, mas... eu digo na mesma:
Sexo anal deve ser perigoso, com um cu musculado daqueles... Ai o meu zezito!